Walt Whitman – Às vezes com quem amo

Às vezes com quem amo fico cheio de raiva,
por medo de estar dando amor não retribuído;
agora penso porém que não há amor sem retribuição,
a paga é certa de uma forma ou outra.
(Amei certa pessoa ardentemente e meu amor não foi retribuído,
mas desse alguém eu tirei com que escrever
estes cantos.)

Walt Whitman, Folhas de Relva

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.