Diogo Cardoso

Diogo Cardoso – Os anos

quando os anos dançavam em meus dedos, eu era triste e sorria. a mãe carregava coroa de pétalas na cintura, dançando o sol ensandecido. era a mãe na mão do filho. quando a mãe brincou o sol no ânus, era tempo de descoberta. o filho dançava coroa triste nas pétalas, fazendo orvalhos. era a mãe …

Continue Reading