_ap_ufes{"success":true,"siteUrl":"www.tudoepoema.com.br","urls":{"Home":"https://www.tudoepoema.com.br","Category":"https://www.tudoepoema.com.br/category/adalcinda-camarao/","Archive":"https://www.tudoepoema.com.br/2022/05/","Post":"https://www.tudoepoema.com.br/adelia-prado-pontuacao/","Page":"https://www.tudoepoema.com.br/coming-soon/","Attachment":"https://www.tudoepoema.com.br/jaqueline-ruiz-o-sol/jaqueline-ruiz-2/","Nav_menu_item":"https://www.tudoepoema.com.br/6162/","Custom_css":"https://www.tudoepoema.com.br/blacklite-gird/","Oembed_cache":"https://www.tudoepoema.com.br/9570d45b585c8951d60eac9a46f32e4f/","Wp_block":"https://www.tudoepoema.com.br/bloco-reutilizavel-sem-titulo-2/","Wpcf7_contact_form":"https://www.tudoepoema.com.br/?post_type=wpcf7_contact_form&p=69"}}_ap_ufee Arquivos Li Bai - Tudo é Poema
Navegando pela Categoria

Li Bai

Li Bai

Li Bai – Na casa da senhora Xun

Hospedo-me
ao pé da montanha dos Cinco Pinheiros.
Profunda solidão
e nada para me alegrar…
Rude é o trabalho
dos camponeses
no outono.
Ouço a mulher
da fazenda vizinha
socar o trigo,
na noite fria.
A mulher que me hospeda se ajoelha
para me oferecer
uma tigela de arroz.
Os grãos brilham
como pérolas
sob a lua.
Perturbado,
eu me lembro daquela lavadeira
que ofereceu ao seu visitante
uma tigela de arroz.
Agradeço uma, duas, três vezes,
não, obrigado, não posso aceitar.

 

Li Bai, Poema clássicos Chineses

Li Bai

Li Bai – Adeus a um amigo que parte

As montanhas azuladas
bordejam as muralhas ao norte.
A água cristalina
contorna as muralhas ao leste.
Nesse lugar
nos separamos.
Você, erva errante,
por milhares de li.*
Nuvem flutuante,
humores vagabundos,
o sol que se vai,
velhos amigos que se afastam,
nós dois nos acenando
na hora da partida.
E mais uma vez relincham
os nossos cavalos.

* Medida chinesa, correspondente a 0,5 km

 

Li Bai, Poemas clássicos Chineses