_ap_ufes{"success":true,"siteUrl":"www.tudoepoema.com.br","urls":{"Home":"https://www.tudoepoema.com.br","Category":"https://www.tudoepoema.com.br/category/adalcinda-camarao/","Archive":"https://www.tudoepoema.com.br/2021/11/","Post":"https://www.tudoepoema.com.br/comunicado/","Page":"https://www.tudoepoema.com.br/coming-soon/","Attachment":"https://www.tudoepoema.com.br/comunicado/minimalist-grey-motivational-quotes-instagram-post/","Nav_menu_item":"https://www.tudoepoema.com.br/6162/","Custom_css":"https://www.tudoepoema.com.br/blacklite-gird/","Oembed_cache":"https://www.tudoepoema.com.br/9570d45b585c8951d60eac9a46f32e4f/","Wp_block":"https://www.tudoepoema.com.br/bloco-reutilizavel-sem-titulo-2/","Wpcf7_contact_form":"https://www.tudoepoema.com.br/?post_type=wpcf7_contact_form&p=69"}}_ap_ufee Arquivos Jayro Luna - Tudo é Poema
Navegando pela Categoria

Jayro Luna

Jayro Luna

Jayro Luna – República de Poetas

O maior de nossos bardos
Até traduziu John Lennon,
Outro grande poeta
Era antropófago,
Um poeta de quem gosto muito
Travestiu-se da pele de cobra
E sumiu na selva
Atrás da filha da rainha Luzia;
Tínhamos Bandeira
Que desfraldava versos
E pendia de tuberculose.
Outros poetas
Sob o sol quente
Construíram um estranho monólito
E iniciaram uma nova odisséia,
Uns poetas naufragaram,
Outros se exilaram,
Um vate se vestiu de índio
E desceu ao inferno de Wall Street,
Um outro conversava com pedras,
Morreu na prisão;
Outro era Boca do Inferno.
Nosso príncipe, porém,
Conversava com estrelas.
Por fim, fiquei aqui só,
Tocando violão no circo vazio
Para clowns chorões
E leões sonolentos.
Brasilia,1986

Jayro Luna, Infernália Tropicalis