Almeida Garrett

Almeida Garrett – Saudades

Leva este ramo, Pepita, De saudades portuguesas; É flor nossa, e tão bonita Não na há noutras devesas. Seu perfume não seduz, Não tem variado matiz, Vive à sombra, foge à luz, As glórias d’amor não diz; Mas na modesta beleza De sua melancolia É tão suave a tristeza, Inspira tal simpatia!… E tem um …

Continue Reading