Li Bai

Li Bai – Adeus a um amigo que parte

As montanhas azuladas
bordejam as muralhas ao norte.
A água cristalina
contorna as muralhas ao leste.
Nesse lugar
nos separamos.
Você, erva errante,
por milhares de li.*
Nuvem flutuante,
humores vagabundos,
o sol que se vai,
velhos amigos que se afastam,
nós dois nos acenando
na hora da partida.
E mais uma vez relincham
os nossos cavalos.

* Medida chinesa, correspondente a 0,5 km

 

Li Bai, Poemas clássicos Chineses

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.