Bráulio Bessa

Bráulio Bessa – A ferida

bráulio Bessa

Seu amor afiado fez um corte
em meu peito, arrancando o coração.
Só deixou o pulsar da solidão
e um bilhete dizendo “boa sorte”.
Nessa hora o desprezo bateu forte
ao saber que fui só um passatempo.
Se você foi um simples contratempo,
como posso curar essa ferida,
se tirar esse amor da minha vida
é a dor e a cura ao mesmo tempo?

Bráulio Bessa, Um carinho na alma

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.