Bráulio Bessa

Bráulio Bessa – O cachorro, o doutor e o matuto

bráulio Bessa

Outro dia escutei
de um doutor muito astuto
que há milhares de anos
o homem foi bicho bruto,
mas que já evoluiu.
E a dúvida surgiu
em meu quengo de matuto.

Se a ciência tá certa,
se o doutor tem razão,
por que é que meu cachorro
me dá aulas de perdão,
de amor, de amizade,
de ternura, lealdade,
paciência e gratidão?

Seu Doutor, diga pra mim,
já que tu é tão sabido:
se o bicho tem ensinado
e o homem tem aprendido,
me responda aí, apois:
afinal, qual de nós dois
é o mais evoluído?


Bráulio Bessa, Um Carinho na alma

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.