Adélia Maria Woellner – Adaptação

A lua 
repousou no mar 
e se fez branco barco, 
para viver as emoções. 

Aprendeu a flutuar, 
para usufruir 
sensações não conhecidas. 
Só assim pôde 
enfrentar tempestades 
e retornar, melhor, 
ao porto de origem.

Adélia Maria Woellner, Infinito em Mim

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.