Rodrigo Rossi – Tolice

Não queria mais ver a dor,
Então fechei meus olhos.
E foi com eles assim, cerrados,
Que ceguei-me a tudo em minha volta
E quando a alegria passou, eu não a vi.

Não queria mais sustentar o ódio,
Então lacrei minhas mãos.
E quando as fechei
Escapou a última gota do amor em mim contido.

Não queira mais inspirar a morte,
Então não mais respirei,
E quando o perfume da vida em mim pairou,
Não o inspirei.

Tolice…
Enquanto isso a dor, o ódio e a morte em mim cresciam.
Então abri meus olhos e mãos
E passei a inspirar os sentimentos a minha volta.
Enfim pude sorrir
Pela alegria de viver.

Rodrigo Rossi, Amores e Dissabores 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.