Menotti Del Picchia

Menotti Del Picchia – O discurso

Menotti Del Picchia

Naquele piquenique
o rábula Higino,
sem escovar o fraque,
sem largar o guarda-chuva,
trepou na mesa de caixotes,
derramou com o borzeguim uma garrafa de cerveja,
olhou para cima,
sorveu inebriantes nesgas de céu,
bebeu duas gargalaçadas de sol,
vibrou de brasilidade:
deitou verbo
e rematou:

“Nossa pátria é a maior terra do mundo!
A Europa curvou-se ante o Brasil
e aclamou parabéns em meigo tom!”

Marotti, Calfat e Kochiusko
aplaudiram freneticamente.
Só o Ramirez resmungou alguma coisa,
mas um bando de periquitos
sufocou o protesto com uma assuada.

 

Menotti Del Picchia, Melhores poemas

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.