Mario Quintana

Mario Quintana – Os poemas

Poemas nas pontas dos pés.
que nem os sente o papel…

Poemas de assombração
sumindo
pelos desvãos da alma…

Poemas que dançam,
rindo
que nem crianças…

Poemas de pé de pilão,
um baque
no coração.

E aqueles que desmoronam
– lentamente –
sobre um caixão!

 

Mario Quintana – Baú de espantos

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.