Luiz Henrique F Cunha

Luiz Henrique F Cunha – Como não dizer eu te amo

Se quem diz
Eu te amo
Às vezes
Vai

E quem não diz
Eu te amo
Muitas vezes
Fica

Melhor ficar sem dizer
Pior dizer antes de estar

(Um poema de amor
Não pode ter tanto não
Amar é feito de sim
Como de sim se faz
Aquelas canções)

Gente ama
Quer amor
Com clichê
Certa dor
Alma quer
Outra que
Viva só
Saiba ter
Se maior
Que dizer
Faça crer
Desde olhar
Sem falar
Possa escrever
Palavra escrita guardada
Revelada se verdade for
Um momento só é sincero
Quando escrevo e espero
Várias luas verem sóis se pôr
Até do sino, a última badalada

Luiz Henrique F Cunha, AmarEla

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.