_ap_ufes{"success":true,"siteUrl":"www.tudoepoema.com.br","urls":{"Home":"https://www.tudoepoema.com.br","Category":"https://www.tudoepoema.com.br/category/adalcinda-camarao/","Archive":"https://www.tudoepoema.com.br/2022/05/","Post":"https://www.tudoepoema.com.br/adelia-prado-pontuacao/","Page":"https://www.tudoepoema.com.br/coming-soon/","Attachment":"https://www.tudoepoema.com.br/jaqueline-ruiz-o-sol/jaqueline-ruiz-2/","Nav_menu_item":"https://www.tudoepoema.com.br/6162/","Custom_css":"https://www.tudoepoema.com.br/blacklite-gird/","Oembed_cache":"https://www.tudoepoema.com.br/9570d45b585c8951d60eac9a46f32e4f/","Wp_block":"https://www.tudoepoema.com.br/bloco-reutilizavel-sem-titulo-2/","Wpcf7_contact_form":"https://www.tudoepoema.com.br/?post_type=wpcf7_contact_form&p=69"}}_ap_ufee Liu Xiaobo - Aguentar - Tudo é Poema
Liu Xiaobo

Liu Xiaobo – Aguentar

Você me diz:
“Pode-se aguentar tudo!”
Obstinado seu olhar contra o sol
até a cegueira transmutar-se em chamas
e as chamas transformarem o mar em sal

Amor
quero lhe dizer por entre a escuridão
antes que siga para a caverna
não esqueça de me escrever com suas cinzas
não esqueça de me dar seu endereço no além

As lascas de ossos riscarão o papel
os símbolos ficam espalhados
você se picará com o lápis quebrado
a noite, que não dorme no fogo
fará você se surpreender consigo

Uma pedra aguenta céu e terra
com ela batem forte contra minha nuca
pílulas brancas feitas de massa cinzenta
envenenam nosso amor
e com o amor envenenado
ele nos envenena

Liu Xiaobo, Não tenho inimigos, desconheço o ódio

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.