Sem categoria

Leonardo Koury Martins – Poesia de amor

Eu vivo a tua procura,
querendo ás vezes um não
para que meu coração
ache outra qualquer desculpa.

Dizem;
a culpa é tua,
pois me deixas apaixonado
e eu;
calado.

Acredito que amor
não tem fim.

Amor tem parada,
tem tempo.

Mas não acaba,
eu me contento.

Procuro suas evidências
nas esquinas,
nos bares, nas outras mulheres,
na solidão.

Busco seus defeitos
e suas qualidades
que de tanta falta
que me fazes
fico na solidão.

 

Leonardo Koury Martins, O começo da história

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.