James Joyce

James Joyce – Poema I

Cordas da terra e do ar,
fazendo doce música.
Cordas fluidas do rio
ecoam destes salgueiros.

Há música ao longo do rio
destes viajantes amorosos;
As Flores pálidas cobrem
as brunas folhas dos raminhos.

Tocam suaves em tudo,
inclinam-se à música,
acordes vagueiam-se
como num instrumento…

 

James Joyce, Música de câmara 

Você gostou deste poema?

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.