Jacques Prévert

Jacques Prévert – Canção para as crianças no inverno

Jacques Prévert

Na noite de inverno
galopa um branco homenzarrão
galopa um branco homenzarrão

É um boneco de neve
com um cachimbo vazio
grande boneco de neve
perseguido pelo frio

Ao chegar nessa cidade
ao chegar nessa cidade
avistou as suas luzes
suspirou aliviado

Numa casa pequenina
foi entrando sem bater
Numa casa pequenina
foi entrando sem bater

querendo aquecer-se um pouco
querendo aquecer-se um pouco
foi sentar no forno aceso
num minuto se desfez
só restou o seu cachimbo
no meio da poça d’água
só restou o seu cachimbo
e também seu chapéu velho…

 

Jacques Prévert, Dia de folga

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.