Hallgrímur Helgason

Hallgrímur Helgason – Ponte de embarque

Agora viajas longamente
rumo a outro país e outro zelo,
falas uma língua diferente,
não é mais claro o teu cabelo.

E eis-me aqui, só e à míngua,
é ido todo o meu prazer.
A minha língua e a tua língua
outra vez irão se entretecer?

Onde andas hoje tudo é flor,
aqui, a tristeza é pungente.
O meu amor e o teu amor
estão talvez convalescentes?

A vida sabe-me desenxabida
pois careço de candura e amor.
A minha vida e a tua vida
hão de recobrar o extinto ardor?

 

Hallgrímur Helgason, Poesia Islandesa 

Você gostou deste poema?

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.