Gregório Duvivier

Gregório Duvivier – Durante o mês de outubro sobre

durante o mês de outubro sobre
tudo nos bairros sem praia é preciso
que às seis da tarde precisamente
tranquem-se as portas fechem-se
as janelas apaguem-se as luzes
durante quinze minutos de silêncio
e escuridão como se nenhuma luz
morasse aqui pois se houver alguma
luz esquecida em algum canto qual
quer meus amigos é bom saber pre
parem-se pois eles vão achá-la e a
través de alguma brecha eles hão
de se esgueirar em bando à procura
de alguma lâmpada incandescente
que lhes sirva de deus sob o qual
voarão devotos e apaixonados em
espiral ascendente para celebrar
a luz até pousarem sobre o sinteco
gelado e se esbaldarem exaustos
numa orgia de madeira compensada.

 

Gregório Duvivier, Ligue os pontos: Poemas de amor e big bang

Você gostou deste poema?

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.