Flora Figueiredo – Reciclagem

Das marés revoltas, faço melodias
que se reviram soltas no meu carrossel
Com noites perdidas, empino papagaios
pra afastar os raios com dedos de papel
Das pétalas caídas, faço artesanato
pra adoçar o pranto da próxima partida
Com amores cansados, preparo cobertas
às horas desertas de um tempo passado.

Flora Figueiredo, Limão Rosa

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.