Chacal

Chacal – Dentes de aço

eu te arranco um pedaço com meus dentes de aço
e faço e refaço no peito e no braço
e te arranco um pedaço com meus dentes de aço
e você acha pouco e diz que eu sou muito louco
mas eu não dou carne a gato
e não vou pagar o pato dos teus sais dos teus ais
eu quero é mais
planetas estrelas cometas
virgínia Sofia Roraima
bem… não se fala mais nisso
até que você descubra
que a bomba H a bossa nova
está na ponta da língua

 

Chacal, Poesia marginal

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.