_ap_ufes{"success":true,"siteUrl":"www.tudoepoema.com.br","urls":{"Home":"https://www.tudoepoema.com.br","Category":"https://www.tudoepoema.com.br/category/adalcinda-camarao/","Archive":"https://www.tudoepoema.com.br/2022/05/","Post":"https://www.tudoepoema.com.br/flora-figueiredo-tratado-manso-de-loucura/","Page":"https://www.tudoepoema.com.br/coming-soon/","Attachment":"https://www.tudoepoema.com.br/darcy-franca-denofrio-alga-marinha/darcy-franca-denofrio-2/","Nav_menu_item":"https://www.tudoepoema.com.br/6162/","Custom_css":"https://www.tudoepoema.com.br/blacklite-gird/","Oembed_cache":"https://www.tudoepoema.com.br/9570d45b585c8951d60eac9a46f32e4f/","Wp_block":"https://www.tudoepoema.com.br/bloco-reutilizavel-sem-titulo-2/","Wpcf7_contact_form":"https://www.tudoepoema.com.br/?post_type=wpcf7_contact_form&p=69"}}_ap_ufee Cecília Meireles - Recado aos Amigos Distantes - Tudo é Poema
Cecília Meireles

Cecília Meireles – Recado aos Amigos Distantes

cecilia meireles
Meus companheiros amados,
não vos espero nem chamo:
porque vou para outros lados.
Mas é certo que vos amo.Nem sempre os que estão mais perto
fazem melhor companhia.
Mesmo com sol encoberto,
todos sabem quando é dia.Pelo vosso campo imenso,
vou cortando meus atalhos.
Por vosso amor é que penso
e me dou tantos trabalhos.

Não condeneis, por enquanto,
minha rebelde maneira.
Para libertar-me tanto,
fico vossa prisioneira.

Por mais que longe pareça,
ides na minha lembrança,
ides na minha cabeça,
valeis a minha Esperança.

Cecília Meireles, Poemas (1951)

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.