Bráulio Bessa

Bráulio Bessa – Ensinar pra aprender

A cada filho que nasce,
nasce uma nova lição.
Os pais aprendem que amor
não combina com razão.
Não tem regra a ser seguida,
não tem peso nem medida.
Tá na essência do ser,
de apenas ser amor.
Todo filho é um professor
que ensina pra aprender.

Tão pequeno eu ensinei
o dom de se agigantar.
Vi mãe dobrar de tamanho,
vi pai se multiplicar.
Multiplicar coração,
multiplicar nosso pão.
E aprendi pra também ser
um bom multiplicador.
Todo filho é um professor
que ensina pra aprender.

Foi quando fiquei doente
que ensinei a medicina
que nenhuma faculdade
desse mundo nos ensina.
Meus pais munidos do dom
de fazer eu ficar bom
e poder compreender
a cura através do amor.
Todo filho é um professor
que ensina pra aprender.

Foi quando triste chorei
por não ganhar um presente
que ensinei a meus pais
a me ensinar diferente.
Aprendi nesse estudo
que não podia ter tudo,
e que pra poder colher
tem que ser um plantador.
Todo filho é um professor
que ensina pra aprender.

E quando sonhei tão alto
que não podia alcançar,
vi meus pais criando asas
pra me ensinar a voar.
Aprenderam a abrir mão
da segurança do chão,
ajudando a acender
a chama de um sonhador.
Todo filho é um professor
que ensina pra aprender.

Ensinei e aprendi
quando segui meu caminho
que mesmo distante e só
eu nunca estive sozinho.
Mesmo sem a tal presença,
de longe eu pedia a bença
pra mode me proteger
de todo perigo e dor.
Todo filho é um professor
que ensina pra aprender.

Seja pai, mãe, seja filho,
não é difícil entender:
o que importa é a troca
de sentimento e saber,
e na escola do amor
qualquer um pode aprender.

Bráulio Bessa, Um carinho na alma

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.