Bráulio Bessa

Bráulio Bessa – As coisas simples da vida

Aquela música brega
que toca no coração,
aquela preocupação
da mãe que nunca sossega,
um namoro que se esfrega
e não desgruda de você,
livros pra gente ler,
chegadas e despedidas…
As coisas simples da vida
nos dão forças pra viver.

Dormir ouvindo a canção
da chuva que cai na telha,
um beijinho na orelha,
caminhar de pé no chão,
passar manteiga no pão
bem quentinho pra derreter,
um cafezinho pra beber,
a família reunida…
As coisas simples da vida
nos dão forças pra viver.

Sentir aquele cheirinho
da comida quase pronta,
pagar uma velha conta,
dançar no quarto sozinho,
cantar feito um passarinho,
ensinar e aprender,
nadar, pedalar, correr
por uma rua florida…
As coisas simples da vida
nos dão forças pra viver.

O abraço de um irmão,
o cheiro da sua vó,
ficar um pouquinho só,
carona num caminhão,
rodinhas de violão
e até nada pra fazer,
amigos pra acolher
e roupas bem coloridas…
As coisas simples da vida
nos dão forças pra viver.

Uma carta escrita à mão,
achar dinheiro no bolso,
cochilo depois do almoço,
curtir um feriadão,
ter bicho de estimação,
ser grato e compreender
que um dia vamos morrer
e sentir na despedida
que as coisas simples da vida
nos dão forças pra viver.

Bráulio Bessa, Poesia que transforma

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.