Adonis

Adonis – Desespero

Caminha siderado nas pálpebras
conduzido em demorado gemido
desconcerto o atinge por onde anda
como se lhe habitasse os passos.

Vencido pelo ignoto tem as pálpebras
como se horizonte de areias
como se por desespero seu sol
se apagasse no oriente.

Adonis, Poemas

Você gostou deste poema?

Você Pode Gostar Também

Sem comentários

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.